Qual a diferença entre um medicamento genérico e similar?

banner-full-generico-similarVocê sabia que existem diversos tipos de medicamentos que possuem praticamente as mesmas funções? Para um melhor entendimento da indicação médica, a farmacêutica da Brazil Pharma, Dafne Estevão, explica a diferença entre medicamentos de referência, genéricos e similares.

Referência ou de marca: Os laboratórios farmacêuticos investem anos em pesquisas para desenvolver remédios e, por isso, possuem a exclusividade sobre a comercialização da fórmula durante um determinado período, que pode chegar a 20 anos. Estes medicamentos são denominados de “referência” ou “de marca”.
“Após a expiração da patente, há a liberação para produção de medicamentos genéricos e similares”, explica Dafne.

Medicamento genérico: É um substituto perfeito ao remédio de marca, pois sua composição química é idêntica. Essa substituição é permitida por lei. “Estes remédios passam por testes de bioequivalência e equivalência farmacêutica, que garantem que serão absorvidos no organismo da mesma maneira que os medicamentos de referência, e também garantem que a composição do produto seja idêntica ao do medicamento que lhe deu origem”, acrescenta a farmacêutica.

Medicamento similar: Cópia do medicamento de referência. Alguns itens, porém, podem ser diferentes, como dose ou indicação de administração, tamanho e forma do produto, prazo de validade, embalagem e rotulagem. “Um medicamento ‘referência’ vendido somente sob a forma de comprimido pode possuir um similar na forma líquida”, exemplifica Dafne. Representados por meio de uma marca comercial própria, esses remédios são uma opção ao medicamento de marca.

X